Login

dor orofacial

A DFIP é uma dor facial persistente que não tem as características das nevralgias cranianas nem pode ser atribuída a outro distúrbio. Estima-se que a sua prevalência seja de 0,03%. O consenso atual admite que se pode dever a uma sensibilização anormal do sistema nociceptivo trigeminal.
A dor surge numa área num lado da face, é contínua ou intermitente, descrita como surda, profunda e mal localizada, sem distribuição neurológica, perda sensorial ou outros deficits neurológicos. A dor intensifica-se com o stress e a fadiga e associa-se a outras patologias que cursam com dor crónica como o síndrome de cólon irritável, cefaleia e dor lombar.
Do ponto de vista terapêutico há poucos estudos conclusivos, sendo que a associação de antidepressivos (tricíclicos ou inibidores selectivos da recaptação da noradrenalina e serotonina) com terapia cognitivo-comportamental pode melhorar a qualidade de vida destes doentes.

pdfDownload ptFlag enFlag