Login

cefaleias

É um tipo de cefaleia que ocorre em doentes que já sofrem de uma cefaleia primária, especialmente a enxaqueca. O uso excessivo de medicamentos é um importante factor de risco na progressão de uma cefaleia episódica para uma cefaleia crónica. Os fármacos envolvidos podem ser analgésicos comuns, combinados, ergotamínicos, triptanos ou opióides, desde que tomados regularmente (>10 dias por mês).
A prevalência é entre 0,7 e 1,7%, dependendo dos critérios diagnósticos utilizados, sendo que nos centros especializados pode chegar a 15%. Em 50% dos doentes com cefaleia diária este é o principal diagnóstico considerado.
O tratamento desta cefaleia passa necessariamente pela retirada abrupta ou gradual do analgésico em uso excessivo, acompanhada por medicação profilática, podendo também ser útil a utilização transitória de corticoides para controlar os sintomas de abstinência. Por vezes o tratamento tem de ser realizado em centros com acompanhamento multidisciplinar a fim de evitar a recorrência da cefaleia.

pdfDownload ptFlag enFlag